Boxe nas Olimpíadas

Brasil, o país das lutas em Londres 2012

 

Brasil quebra tabus e vira o “país das lutas” com sete medalhas em Londres.
Judô e Boxe foram os principais responsáveis pelas conquistas do Brasil, bem à frente de modalidades como atletismo e natação.
Nada de dribles ou gols, o Brasil não é mais a terra do futebol, pelo menos nas Olimpíadas de Londres. O país mostrou que é muito melhor na área dos socos e derrubadas. Com nada menos do que sete medalhas, a delegação verde-amarela cravou uma campanha épica nas lutas olímpicas e elevou as modalidades ao status de carro-chefe da nação nos Jogos.
“As pessoas pensam apenas no futebol no Brasil e se esquecem de esportes como o boxe e o judô. Podemos dar dez medalhas com dez atletas. O futebol tem 11 em campo e só pode dar uma. Eles recebem milhões em investimentos, muito mais do que nós. Tomara que as pessoas nos enxerguem de outra maneira com esses resultados”, comentou o pugilista Esquiva Falcão momentos depois de receber a prata.
“Queremos transformar o Brasil na maior potência de judô do mundo. A meta em Londres era real e provamos isso. Agora o objetivo é chegar em primeiro lugar no quadro de medalhas em 2016”, afirmou o coordenador técnico da seleção, Ney Wilson.
A seleção brasileira de futebol entrou no Estádio Wembley para enfrentar o México e, aos 30 segundos de jogo, já perdia a partida: após falha de Rafael, Peralta abriu o placar.
Abatido, o Brasil viu Peralta marcar novamente aos 29’ do segundo tempo, o que assegurou a medalha de ouro para o México. Mesmo com o gol de Hulk nos acréscimos, o Brasil não teve forças para reagir e amargou a prata , mais uma vez.

Brasil quebra tabus e vira o “país das lutas” com sete medalhas em Londres.Judô e Boxe foram os principais responsáveis pelas conquistas do Brasil, bem à frente de modalidades como atletismo e natação.Nada de dribles ou gols, o Brasil não é mais a terra do futebol, pelo menos nas Olimpíadas de Londres. O país mostrou que é muito melhor na área dos socos e derrubadas. Com nada menos do que sete medalhas, a delegação verde-amarela cravou uma campanha épica nas lutas olímpicas e elevou as modalidades ao status de carro-chefe da nação nos Jogos.“As pessoas pensam apenas no futebol no Brasil e se esquecem de esportes como o boxe e o judô. Podemos dar dez medalhas com dez atletas. O futebol tem 11 em campo e só pode dar uma. Eles recebem milhões em investimentos, muito mais do que nós. Tomara que as pessoas nos enxerguem de outra maneira com esses resultados”, comentou o pugilista Esquiva Falcão momentos depois de receber a prata.“Queremos transformar o Brasil na maior potência de judô do mundo. A meta em Londres era real e provamos isso. Agora o objetivo é chegar em primeiro lugar no quadro de medalhas em 2016”, afirmou o coordenador técnico da seleção, Ney Wilson.A seleção brasileira de futebol entrou no Estádio Wembley para enfrentar o México e, aos 30 segundos de jogo, já perdia a partida: após falha de Rafael, Peralta abriu o placar.Abatido, o Brasil viu Peralta marcar novamente aos 29’ do segundo tempo, o que assegurou a medalha de ouro para o México. Mesmo com o gol de Hulk nos acréscimos, o Brasil não teve forças para reagir e amargou a prata , mais uma vez.

 

Imagens: Divulgação






Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION