Universo da Bola com Enivaldo Eiras

HASTA LA VISTA BABY!

 

Faz tempo que o futebol brasileiro está carente de ídolos. Os melhores jogadores sempre vão para a Europa. Mas esta regra foi quebrada com o Santos de Neymar. O presidente LAOR fez de tudo para segurar o craque por aqui no final de 2011 e conseguiu uma renovação até 2014, um feito até então inédito por aqui.

O presidente santista apostava que com Neymar o Santos ficaria praticamente imbatível, conquistando tudo e até o mundo. Contava com um grande aumento dos sócios, o Santos se tornaria grande demais. O marketing santista cuidaria do seu astronômico salário, o Santos iria ainda lucrar com isso. Fora as vendas de camisas e outras coisas que seriam enormes para um time que ganharia tudo. Mas eis que vem o Barça e dá uma surra no time do Neymar.
Pronto, tudo começou a dar errado, o Neymar começou a ser questionado, e o que era sonho começou a virar pesadelo. Mas o maior pesadelo está vindo agora quando foi comunicado que a jóia santista ira sair sem deixar um centavo nos cofres santista. E a grande aposta de LAOR, que seriam os retornos com a permanência não aconteceu.
Não estou aqui dizendo que os Neymares (pai e filho) estão errados. Apenas só agora estou entendendo o porquê de Neymar sempre garantir que não sairia do Santos antes do termino do contrato. Claro, poderá negociar sua venda e ficar com os milhões de Euros.
Também não estou questionando a qualidade do menino. Realmente um fora de série. E os santistas têm que ficar eternamente grato, pois se não fosse o Neymar, o Santos não teria ganhado tantos títulos nos últimos anos, inclusive o da Libertadores e os que estão ainda por vir até 2014.
Mas fico pensando como será Neymar jogando na Europa. Como irá conviver com as cobranças. Pois o que vejo por aqui é todos defendendo e passando a mão em sua cabeça sem cobrá-lo firmemente. Não tem cobrança de seu futebol nem no Santos de Muricy e muito menos na Seleção com o Felipão. Ninguém questiona e muito menos substitui o craque em qualquer partida. 
Parece que substituir Neymar em uma partida que ele não esta bem, seja no Santos ou na Seleção, é algo proibido. Apenas vi Dorival Junior bater de frente com o craque até hoje. E deu no que deu. Mas o Neymar se diz arrependido até hoje e já declarou diversas vezes que cresceu muito como pessoa naquele triste episódio.
Sinceridade, fico pensando se não seria melhor se Neymar fosse mais cobrado pelos seus técnicos. Também fico pensando como seria se seu treinador fosse Tite. E se Neymar esta de “saco cheio”, como declarou, com as vaias, como será que vai lidar com a cobrança na Europa, onde ninguém vai passar a mão na sua cabeça?
Neymar na Europa tem duas possibilidades. Ou se perde de vez como Robinho, e vai querer vir embora para Pasárgada, ou sendo cobrada, coisa que falta por aqui, se torna o melhor do mundo rapidinho, e nem vai se lembrar mais de Pasárgada e muito menos do Rei, que até hoje ainda tenta se recuperar nos hospitais.
  E aproveitando a visita do Arnold Schwarzenegger por aqui, fico imaginando que sua mais famosa frase, seja a que se passa na cabeça da grande jóia santista...
EM TEMPO: To achando muito estranho a maneira como o Felipão esta sendo tratado por algumas personalidades do esporte como Galvão Bueno, Ronaldo Nazário, Neto, Andrés Sanchez entre outros ligados a Globo e a Andrés. É nítido que não gostaram da presença do técnico a frente da seleção. Estão batendo de frente a todo o momento com Felipão e seu fiel escudeiro Murtosa. Estão usando o fraco desempenho dentro de campo como motivo.
Mas essas mesmas pessoas não tiveram a mesma postura quando a seleção se arrastava em campo com o Mano Menezes, e também não questionaram as constantes convocações com outros interesses proporcionados pelo técnico.
Com Felipão, a exemplo de Dunga, não tem privilégios na seleção. Seria este o descontentamento dessas personalidades? Sinceridade ainda não deu pra entender direito. Fato é que parece ter uma “força tarefa” para derrubar o técnico já na Copa das Confederações.
Mas Felipão tem que saber que Marin não morrerá abraçado com ele não. Marin é político, teve sua vida ao lado de Maluf, e aprendeu muito bem, e para sobreviver entrega a cabeça do técnico sem pensar duas vezes.
Pra falar a verdade Felipão tem que se modernizar. Principalmente na parte tática. Mas como fazer isto se o coordenador da seleção é o Parreira? Só faltou o Zagallo fazer parte dessa comissão técnica também né.
Fato é que no futebol moderno não esta tendo mais espaço para o treinador “paizão”, estilo Felipão. E nem tão pouco para técnicos “teóricos”, como Parreira. Basta ver na Europa a ascensão dos clubes alemães, com uma nova filosofia que aniquilou os poderosos espanhóis pelo menos no primeiro jogo das semifinais da Champions League, ainda não sei o resultado do segundo jogo.
Mas ainda acredito muito no Felipão e na capacidade do jogador brasileiro. O que me motiva a isto é ver as “personalidades” que estão contra. O que não acredito mesmo é em craques como Adriano, Jobson e agora recentemente Bernardo do Vasco, que conseguiram destruir uma grande carreira, na “carreira”.
PRA MEDITAR:  Será que Deus realmente se importa conosco? A Bíblia nos ensina em: Jó 34:10, Mateus 6:9, João 3:16.
ABRAÇOS,
ENIVALDO EIRAS!

Faz tempo que o futebol brasileiro está carente de ídolos. Os melhores jogadores sempre vão para a Europa. Mas esta regra foi quebrada com o Santos de Neymar. O presidente LAOR fez de tudo para segurar o craque por aqui no final de 2011 e conseguiu uma renovação até 2014, um feito até então inédito por aqui.O presidente santista apostava que com Neymar o Santos ficaria praticamente imbatível, conquistando tudo e até o mundo. Contava com um grande aumento dos sócios, o Santos se tornaria grande demais. O marketing santista cuidaria do seu astronômico salário, o Santos iria ainda lucrar com isso. Fora as vendas de camisas e outras coisas que seriam enormes para um time que ganharia tudo. Mas eis que vem o Barça e dá uma surra no time do Neymar.Pronto, tudo começou a dar errado, o Neymar começou a ser questionado, e o que era sonho começou a virar pesadelo. Mas o maior pesadelo está vindo agora quando foi comunicado que a jóia santista ira sair sem deixar um centavo nos cofres santista. E a grande aposta de LAOR, que seriam os retornos com a permanência não aconteceu.Não estou aqui dizendo que os Neymares (pai e filho) estão errados. Apenas só agora estou entendendo o porquê de Neymar sempre garantir que não sairia do Santos antes do termino do contrato. Claro, poderá negociar sua venda e ficar com os milhões de Euros.Também não estou questionando a qualidade do menino. Realmente um fora de série. E os santistas têm que ficar eternamente grato, pois se não fosse o Neymar, o Santos não teria ganhado tantos títulos nos últimos anos, inclusive o da Libertadores e os que estão ainda por vir até 2014.Mas fico pensando como será Neymar jogando na Europa. Como irá conviver com as cobranças. Pois o que vejo por aqui é todos defendendo e passando a mão em sua cabeça sem cobrá-lo firmemente. Não tem cobrança de seu futebol nem no Santos de Muricy e muito menos na Seleção com o Felipão. Ninguém questiona e muito menos substitui o craque em qualquer partida. Parece que substituir Neymar em uma partida que ele não esta bem, seja no Santos ou na Seleção, é algo proibido. Apenas vi Dorival Junior bater de frente com o craque até hoje. E deu no que deu. Mas o Neymar se diz arrependido até hoje e já declarou diversas vezes que cresceu muito como pessoa naquele triste episódio.Sinceridade, fico pensando se não seria melhor se Neymar fosse mais cobrado pelos seus técnicos. Também fico pensando como seria se seu treinador fosse Tite. E se Neymar esta de “saco cheio”, como declarou, com as vaias, como será que vai lidar com a cobrança na Europa, onde ninguém vai passar a mão na sua cabeça?Neymar na Europa tem duas possibilidades. Ou se perde de vez como Robinho, e vai querer vir embora para Pasárgada, ou sendo cobrada, coisa que falta por aqui, se torna o melhor do mundo rapidinho, e nem vai se lembrar mais de Pasárgada e muito menos do Rei, que até hoje ainda tenta se recuperar nos hospitais.  E aproveitando a visita do Arnold Schwarzenegger por aqui, fico imaginando que sua mais famosa frase, seja a que se passa na cabeça da grande jóia santista...
EM TEMPO: To achando muito estranho a maneira como o Felipão esta sendo tratado por algumas personalidades do esporte como Galvão Bueno, Ronaldo Nazário, Neto, Andrés Sanchez entre outros ligados a Globo e a Andrés. É nítido que não gostaram da presença do técnico a frente da seleção. Estão batendo de frente a todo o momento com Felipão e seu fiel escudeiro Murtosa. Estão usando o fraco desempenho dentro de campo como motivo.Mas essas mesmas pessoas não tiveram a mesma postura quando a seleção se arrastava em campo com o Mano Menezes, e também não questionaram as constantes convocações com outros interesses proporcionados pelo técnico.Com Felipão, a exemplo de Dunga, não tem privilégios na seleção. Seria este o descontentamento dessas personalidades? Sinceridade ainda não deu pra entender direito. Fato é que parece ter uma “força tarefa” para derrubar o técnico já na Copa das Confederações.Mas Felipão tem que saber que Marin não morrerá abraçado com ele não. Marin é político, teve sua vida ao lado de Maluf, e aprendeu muito bem, e para sobreviver entrega a cabeça do técnico sem pensar duas vezes.Pra falar a verdade Felipão tem que se modernizar. Principalmente na parte tática. Mas como fazer isto se o coordenador da seleção é o Parreira? Só faltou o Zagallo fazer parte dessa comissão técnica também né.Fato é que no futebol moderno não esta tendo mais espaço para o treinador “paizão”, estilo Felipão. E nem tão pouco para técnicos “teóricos”, como Parreira. Basta ver na Europa a ascensão dos clubes alemães, com uma nova filosofia que aniquilou os poderosos espanhóis pelo menos no primeiro jogo das semifinais da Champions League, ainda não sei o resultado do segundo jogo.Mas ainda acredito muito no Felipão e na capacidade do jogador brasileiro. O que me motiva a isto é ver as “personalidades” que estão contra. O que não acredito mesmo é em craques como Adriano, Jobson e agora recentemente Bernardo do Vasco, que conseguiram destruir uma grande carreira, na “carreira”.
PRA MEDITAR:  Será que Deus realmente se importa conosco? A Bíblia nos ensina em: Jó 34:10, Mateus 6:9, João 3:16.
ABRAÇOS,ENIVALDO EIRAS!






Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION