Informativo Cambuí

Prefeitura Municipal

Prefeitura amplia licença maternidade às servidoras municipais

No mês de fevereiro foi aprovada pela Câmara a lei, de autoria do Executivo Municipal, que amplia a licença maternidade de 120 dias para 180 dias, e é estendido para todos os órgãos públicos municipais, ou seja, hoje as mães ficam em casa por 6 meses contra os 4 anteriores.

A lei tem como objetivo assegurar às servidoras públicas municipais o direito de poder amamentar adequadamente seus filhos, nos primeiros seis meses de vida.

A licença maternidade é um direito de todas as mulheres que trabalham no Brasil e que contribuem para a previdência, em qualquer modalidade de trabalho.

Por ser uma Lei Social, os primeiros 120 dias concedidos pela licença são pagos com recursos da Previdência e os 60 dias restantes com recursos do Órgão Público responsável.

É importante ressaltar que não é obrigatória a concessão de licença maternidade com prazo de 180 dias, porém a Prefeitura optou por essa prorrogação de prazo por entender a necessidade da mãe em estar próxima do filho nos primeiros meses de vida. 

 

Prefeitura concede cartão Vale Alimentação aos servidores municipais

Desde o mês de janeiro os Servidores Municipais, incluindo autarquias como funcionários do Fapem, SAAE e Câmara Municipal, começaram a receber o Vale Alimentação, um cartão magnético que lhes concede um abono de R$ 150 mensais para aquisição de refeições e gêneros alimentícios.

Este valor representa um aumento médio de aproximadamente uma 13% no poder aquisitivo do servidor público, tomando por base a média salarial dos funcionários públicos, chegando em alguns casos a um aumento de 19,5%, para aqueles servidores que recebem o piso salarial.

Isso, somando ao aumento salarial concedido no início do ano, de 7%, amplia em até 20%, no mínimo, o poder aquisitivo do funcionalismo público municipal.

Aumento este que reflete não só na vida econômica dos servidores e de sua família, mas beneficiará a cidade como um todo.

Serão injetados na economia municipal aproximadamente R$ 122.400,00 mensalmente, através de 816 cartões distribuídos, com uma média de R$ 1.468,800,00 ao ano movendo a economia do município.

Até o momento são dezenove estabelecimentos credenciados a receberem o cartão como forma de pagamento (confira tabela abaixo). São supermercados, padarias, açougues, lanchonetes, restaurantes e drogarias que fazem parte dessa rede, trazendo mais comodidade e bem estar ao servidor.

Vale salientar que para receber o abono em seu valor integral é necessário que o servidor deva estar em dia com suas obrigações funcionais, como pontualidade e assiduidade.

Além disso, o servidor, para receber o abono, não pode estar gozando de férias regulares, estar licenciado ou afastado do emprego, estar desfrutando de licença gestante e auxilio doença  e estar de  licença para concorrer  a mandato eletivo.

Em caso de afastamento justificado por atestado médico serão seguidos os seguintes valores, um dia de ausência terá direito a parcela total do vale alimentação.  Dois dias de ausência terá 75% do vale alimentação, três dias ausência terá 50% do vale alimentação, já ausência de quatro dias ou mais não concederá ao servidor o direito ao vale alimentação.

 

Uniforme Escolar

A entrega teve início na terça-feira, 18 de março, onde foi realizada no Paço Municipal uma solenidade para a entrega simbólica dos mesmos, contando com o Prefeito Dirceu Dias, acompanhado do Secretário de Educação Humberto Tavares, da Chefe do Departamento de Educação e Supervisão, Cilza Figueiredo, e dos diretores de todas as Unidades de Ensino Municipais. Na data foram entregues os kits para uma turma de cada unidade escolar, contando com a presença de aproximadamente 400 crianças no evento, que se destacou pela organização e entusiasmo demonstrado pelos alunos ao receber o uniforme.

Ainda na terça-feira o Prefeito, acompanhado de parte da equipe da Secretaria Municipal de Educação, iniciou uma série de vistas às escolas e centros de educação infantil, realizando a entrega do kit de uniforme escolar em todas as salas e para todos os alunos, perfazendo um total de mais de 3.400 estudantes atendidos, durante toda a semana que se seguiu a entrega.

No último dia de entregas, dia 21, sexta-feira, na Escola Municipal Joaquim da Silva de Oliveira, no bairro Vazes, o Prefeito Dirceu Dias teve a companhia do Deputado Ulysses Gomes, na entrega dos kits. O Deputado conheceu as instalações da escola, conversou com professores e funcionários, além de dar uma atenção especial às crianças, depois visitou sala por sala, entregando os uniformes.

Esta é uma das metas da atual administração, atender as necessidades da educação, oferecendo incentivos e proporcionando melhores condições aos alunos da Rede Municipal de Ensino, o que torna a educação mais eficiente e prazerosa.

 

Cambuí recebe profissionais do Programa Mais Médicos

Mais Médicos é um programa lançado em 2013 pelo Governo Federal para suprir a carência de médicos nos municípios do interior e nas periferias das grandes cidades do Brasil. O programa pretende levar 15 mil médicos para as áreas onde faltam profissionais

Os médicos que fazem parte do programa são, na maioria das vezes, estrangeiros ou brasileiros com diplomas internacionais. Os médicos atuarão na área de saúde familiar durante três anos consecutivos. Esse tipo de intercâmbio não é uma característica do Brasil, países sulamericanos como Venezuela e Peru possuem sistema bastante parecido, formado por profissionais em sua maioria cubanos.

Cambuí foi comtemplada com três profissionais desse programa, Pedro Julio Casanova, Yaquelini Torralba Perez e Mariesly Fernandez Garcia chegaram à cidade no início de março, vindo de Brasília, São Paulo e Ceará, onde receberam os treinamentos iniciais sobre o funcionamento do programa de saúde, principais patologias de nosso país e noções de português.

Estes médicos irão atuar no PSF – Programa de Saúde da Família, tipo de programa com que já estão familiarizados, pois tendo trabalhado em países como Venezuela, Peru e mesmo em Cuba, atuaram em programas similares.

A maior diferença e dificuldade, segunda a médica Yaquelini Torralba estão nas patologias características de nosso país e na dificuldade com o idioma.

Eles começarão a atuar nas próximas semanas, em um regime de trabalho de oito horas diárias, cinco dias por semana, sendo um desses dias dedicados a estudos e treinamentos.

Até assumirem os novos médicos conhecerão melhor a cidade, as Unidades de Saúde e a população cambuiense.

Este é um esforço da Secretaria de Saúde, junto ao Ministério da Saúde, que se preocupa em ampliar o quadro de médicos em nosso município e atingir um maior número de bairros, descentralizando o atendimento e facilitando a vida da população.

 






Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION