Semana do Meio Ambiente

A mecanização e a poluição ambiental

A tendência que o Homem sempre sentiu para a mecanização, como nenhum outro ser vivo,  consegue transformar as matérias-primas que dispõe, de forma a torná-las úteis para si, seja como ferramentas ou máquinas, e como objeto de lazer ou arte. Durante a confeção de todos estes artigos formam-se quantidades apreciáveis de resíduos inúteis. Também a produção de energia está associada a uma poluição do meio ambiente. Assim sendo, todo o processo de industrialização constitui um dos principais responsáveis pela poluição ambiental. O comprometimento do meio ambiente reside no contínuo aumento da população, que implica uma crescente produção de alimentos, uma vez que a área de terras cultiváveis não pode crescer ao mesmo ritmo do que a população, o necessário aumento de produção só pode ser atingido mediante uma intensificação da agricultura nas áreas já disponíveis com fertilizantes, seja em forma de adubos orgânicos, minerais, exigindo-se ainda uma proteção eficiente das plantas cultivadas contra pragas de origem vegetal ou animal. Mas a necessidade do emprego de meios químicos de proteção é perfeitamente criticável, porque embora eles possam aumentar a produção em até 50%, a fabricação e uso de fertilizantes e pesticidas constituem o segundo maior componente da poluição ambiental.

 Fonte: http://www.explicatorium.com/




Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION