Haja Coração!

Por Enivaldo Eiras

O Brasil foi para a semifinal da Copa, estou escrevendo a coluna depois do jogo contra a Colômbia e acaba de chegar a noticia que Neymar fraturou a vértebra e esta fora da Copa. Isso infelizmente não é novidade na Seleção Brasileira. Em 1962 perdemos o Pelé e mesmo assim fomos campeões.

Aliás, Pelé naquela Copa foi tão caçado em campo como Neymar estava sendo caçado principalmente em seu ultimo jogo. A violência foi fator determinante para o fraco futebol apresentado na Copa pelo nosso maior craque e camisa 10.

Na realidade parece que Copa do Mundo esta se tornando o grande obstáculo na vida deste talento, pois em 2010 em uma fase sensacional foi preterido por Dunga pelo pouca idade, agora a séria contusão. E que tristeza, ele não merecia, perdemos muito. Mas espero que como na Copa de 62 o Brasil tenha achado um “novo Amarildo” e que tudo tenha acabado bem, mesmo sem não termos um Garrincha. Bem antes da Copa começar to falando que a final seria Brasil e Argentina com o Brasil campeão, espero que tenha se confirmado. Pelo que vi até agora, esta Copa tem tudo para ser a Copa das Copas mesmo. Excelente nível técnico, muitos gols e Arenas lotadas em todos os jogos. Se nenhuma tragédia acontecer isto vai se confirmar, e o País do futebol vai ter feito jus à fama, mesmo com toda desorganização e superfaturamentos fora de campo.

Além da violência contra Neymar, a de se lamentar também o fraco futebol apresentado pelos africanos e a desorganização fora de campo. E a briga entre os jogadores e dirigentes por dinheiro, coisa comum em todas as Copas, e a causa maior dos africanos não ter nenhuma potencia até hoje.

A única Seleção africana que se salvou deste problema parece ter sido a Argélia. Agora Gana, Nigéria, Costa do Marfim e principalmente Camarões foram de envergonhar. Aliás, Camarões só embarcaram pro Brasil em cima da hora, e olha que deveriam ter ficado por lá mesmo, foi ridículo.

As decepções ficaram por conta da Espanha, Itália e como sempre a Inglaterra. E as boas campanhas dos EUA e dos sul americanos Chile e Colômbia, e a grande surpresa da Copa a Costa Rica, que de considerada a possível saco de pancadas de um grupo forte acabou surpreendendo o mundo. Destacar também a presença da psicóloga Regina Brandão, chamada as pressas por Felipão para dar mais confiança aos inseguros e chorões jogadores brasileiros, algo impensado antes da Copa e na preparação. E a reunião inédita entre Scolari e apenas seis jornalistas selecionados a dedo. De se lamentar saber que Rodrigo Paiva andou socando um chileno nos vestiários e ver que continua intocável na CBF.

Brasil, Alemanha, Argentina, Bélgica, Holanda e Costa Rica, uma dessas seleções é a grande campeã da Copa da Copas, e sabendo que nossos “fantasmas” Uruguai e França estão longe, isto já anima bastante.

PRA MEDITAR: “ De um tempo pra quem não tem tempo pra vc... Quem não te aquece não te merece...”

ABRAÇOS ENIVALDO EIRAS.

 




Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION