Arte

CREAS oferece aulas de grafite

 

No dia 21 de agosto tiveram início as aulas praticas do curso de Grafite, oferecido pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, órgão ligado à Secretaria de Assistência Social. As aulas são ministradas pelo artista plástico Pedro Bayeux e tem como intuito oferecer às crianças atendidas pelo Centro aulas que chamem a atenção e fujam do lugar comum, proporcionando a elas um contato mais direto com a arte visual e um novo olhar sobre o grafite, que muitas vezes é marginalizada, ao ser confundida com a pichação.
O curso vem sendo oferecido desde o início do ano a crianças de 11 a 17 anos, integrantes de famílias atendidas pelo CREAS e pela Assistência Social.
Nessa última fase, onde os alunos passarão para a parede o que aprenderam em teoria, o CREAS contou com uma parceria da Secretaria de Educação, onde através de um sorteio, foram definidas quatro escolas e uma creche que receberão este projeto.
Para Daniele Souza Ferreira de Oliveira, coordenadora do CREAS, a intenção era que todas as escolas pudessem ser atendidas, mas devido ao tempo e ao número limitado de crianças que fazem parte do projeto ainda não é possível.
É a preocupação com o desenvolvimento cultural e artístico de suas crianças, oferecendo opções de novos cursos e atividades educativas.

No dia 21 de agosto tiveram início as aulas praticas do curso de Grafite, oferecido pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, órgão ligado à Secretaria de Assistência Social. As aulas são ministradas pelo artista plástico Pedro Bayeux e tem como intuito oferecer às crianças atendidas pelo Centro aulas que chamem a atenção e fujam do lugar comum, proporcionando a elas um contato mais direto com a arte visual e um novo olhar sobre o grafite, que muitas vezes é marginalizada, ao ser confundida com a pichação.O curso vem sendo oferecido desde o início do ano a crianças de 11 a 17 anos, integrantes de famílias atendidas pelo CREAS e pela Assistência Social.Nessa última fase, onde os alunos passarão para a parede o que aprenderam em teoria, o CREAS contou com uma parceria da Secretaria de Educação, onde através de um sorteio, foram definidas quatro escolas e uma creche que receberão este projeto.Para Daniele Souza Ferreira de Oliveira, coordenadora do CREAS, a intenção era que todas as escolas pudessem ser atendidas, mas devido ao tempo e ao número limitado de crianças que fazem parte do projeto ainda não é possível.É a preocupação com o desenvolvimento cultural e artístico de suas crianças, oferecendo opções de novos cursos e atividades educativas.






Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION