SALVE O PALMEIRA$$$ !!!

Por Enivaldo Eiras

 

Se tem um clube que ressurgiu das trevas em 2015 foi o Verdão. De quase rebaixado, o time do presidente Paulo Nobre é de longe o mais promissor para os próximos anos. A chegada de Alexandre Mattos foi fundamental para a reestruturação do clube principalmente dentro de campo, onde há muito tempo nada funcionava bem.
Mas não só Mattos, e o dinheiro do multimilionário presidente Paulo Nobre que foram responsáveis pelas mudanças. Também a boa aceitação da excelente Allianz Parque, a nova arena multiuso, tem gerado receitas e admiração dos torcedores que haviam se afastado do antigo Parque Antarctica.
Os números são impressionantes, fogem até da realidade do nosso atual pobre futebol. Foram quase 12 milhões arrecadados em apenas 6 jogos da insignificante primeira fase do Paulistão. Mais 50 milhões em patrocínios da camisa. O Clube recebe patrocínio até pelos gandulas. 
Além disso, o Verdão já é décimo do mundo com 100 mil sócios-torcedores, no Brasil só perde para o Internacional de P.Alegre que tem mais de 130 mil. E a ousada meta é chegar entre os três primeiros do mundo. E o primeiro passo é garantir a classificação na Libertadores de 2016. 
Com esses números de sócios-torcedores, o clube tem a garantia de 20 milhões por ano em contribuições, por enquanto. A fase é tão boa que o Hotel Holiday Inn localizado no Parque Anhembi, troca 15 quartos com refeições por placas de publicidade no CT da Barra Funda. Nem o mais otimista palmeirense esperava por isso logo no inicio de 2015 quando o time acabava de escapar do rebaixamento em 2014.
O Verdão vive um momento de euforia administrativa nunca vista em sua história. Mesmo sendo o “campeão do século XX”, nunca se preocupou em se modernizar. A passagem vitoriosa nos gramados da “Era Parmalat” não deixou nenhum legado ao clube, nem nas categorias de base e muito menos na área administrativa. Até o fim do ano passado o clube estava pra se tornar uma Portuguesa com grife.
Mas tudo mudou, o palmeirense voltou a sorrir. E para finalizar as boas noticias, a arena do Verdão conseguiu desbancar o Morumbi, e sediará, junto com o Itaquerão, os jogos de futebol da Olimpíada de 2016. As partidas em si não trazem grandes lucros, mas o reconhecimento e prestigio internacional são impressionantes.
E para se tornar um Super Verdão dentro dos gramados com a bola no pé, falta só o Oswaldo de Oliveira acertar o time de vez. Isto se o técnico tiver vida longa no clube, pois Alexandre Mattos e Paulo Nobre já não estão com tanta paciência assim, querem sucessos imediatos nos gramados, assim como conseguiram fora dele.
EM TEMPO: Não poderia deixar de registrar e grande momento que o Corinthians vem vivendo dentro de campo. Dentro de campo, porque fora dele as perspectivas são as piores possíveis. Mas estou impressionado de ver como o treinador Tite evoluiu taticamente depois da sua reciclagem forçada de um ano na Europa. Antes ele já era bom defensivamente, mas agora conseguiu enfim ser um técnico completo, e esta colocando em prática toda a sua “Titibilidade”. E a pergunta é: Quem poderá parar o Timão???
PRA MEDITAR: “ E se alguma notícia ou situação ferir nosso coração, é bem possível uma síndrome de depressão... mas com uma profunda oração, podemos inverter a situação... e ver o Senhor mudar o cenário da nossa condição..!!”
ABRAÇOS ENIVALDO EIRAS! 

Se tem um clube que ressurgiu das trevas em 2015 foi o Verdão. De quase rebaixado, o time do presidente Paulo Nobre é de longe o mais promissor para os próximos anos. A chegada de Alexandre Mattos foi fundamental para a reestruturação do clube principalmente dentro de campo, onde há muito tempo nada funcionava bem.

Mas não só Mattos, e o dinheiro do multimilionário presidente Paulo Nobre que foram responsáveis pelas mudanças. Também a boa aceitação da excelente Allianz Parque, a nova arena multiuso, tem gerado receitas e admiração dos torcedores que haviam se afastado do antigo Parque Antarctica.

Os números são impressionantes, fogem até da realidade do nosso atual pobre futebol. Foram quase 12 milhões arrecadados em apenas 6 jogos da insignificante primeira fase do Paulistão. Mais 50 milhões em patrocínios da camisa. O Clube recebe patrocínio até pelos gandulas. Além disso, o Verdão já é décimo do mundo com 100 mil sócios-torcedores, no Brasil só perde para o Internacional de P.Alegre que tem mais de 130 mil. E a ousada meta é chegar entre os três primeiros do mundo. E o primeiro passo é garantir a classificação na Libertadores de 2016. Com esses números de sócios-torcedores, o clube tem a garantia de 20 milhões por ano em contribuições, por enquanto. A fase é tão boa que o Hotel Holiday Inn localizado no Parque Anhembi, troca 15 quartos com refeições por placas de publicidade no CT da Barra Funda. Nem o mais otimista palmeirense esperava por isso logo no inicio de 2015 quando o time acabava de escapar do rebaixamento em 2014.

O Verdão vive um momento de euforia administrativa nunca vista em sua história. Mesmo sendo o “campeão do século XX”, nunca se preocupou em se modernizar. A passagem vitoriosa nos gramados da “Era Parmalat” não deixou nenhum legado ao clube, nem nas categorias de base e muito menos na área administrativa. Até o fim do ano passado o clube estava pra se tornar uma Portuguesa com grife.

Mas tudo mudou, o palmeirense voltou a sorrir. E para finalizar as boas noticias, a arena do Verdão conseguiu desbancar o Morumbi, e sediará, junto com o Itaquerão, os jogos de futebol da Olimpíada de 2016. As partidas em si não trazem grandes lucros, mas o reconhecimento e prestigio internacional são impressionantes.

E para se tornar um Super Verdão dentro dos gramados com a bola no pé, falta só o Oswaldo de Oliveira acertar o time de vez. Isto se o técnico tiver vida longa no clube, pois Alexandre Mattos e Paulo Nobre já não estão com tanta paciência assim, querem sucessos imediatos nos gramados, assim como conseguiram fora dele.

EM TEMPO: Não poderia deixar de registrar e grande momento que o Corinthians vem vivendo dentro de campo. Dentro de campo, porque fora dele as perspectivas são as piores possíveis. Mas estou impressionado de ver como o treinador Tite evoluiu taticamente depois da sua reciclagem forçada de um ano na Europa. Antes ele já era bom defensivamente, mas agora conseguiu enfim ser um técnico completo, e esta colocando em prática toda a sua “Titibilidade”. E a pergunta é: Quem poderá parar o Timão???

PRA MEDITAR: “ E se alguma notícia ou situação ferir nosso coração, é bem possível uma síndrome de depressão... mas com uma profunda oração, podemos inverter a situação... e ver o Senhor mudar o cenário da nossa condição..!!”

ABRAÇOS ENIVALDO EIRAS! 




Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION