Posso encontrar o real significado da vida?

Psicologa Maira Kelly Santos

Psicologia

por Maira Kelly Santos

 

Ao escrever este artigo, me veio à mente a era e os dias desafiadores e críticos em que estamos vivendo.
Pessoas tristes, deprimidas, com medo, frustradas, sofrendo por meio de uma insatisfação com a vida, com o caminhar da humanidade, e principalmente, nada satisfeitas consigo mesmas. Carregando sentimentos e crenças nada fortalecedoras, muitas vezes escondidas na mais profunda parte do seu íntimo.
Hoje, há vários questionamentos, como, por exemplo, ‘eu quero tanto ser feliz! Mas como?’; ‘que sentido tem a minha vida?’; ‘para que eu realmente sirvo?’; ‘gostaria tanto que minha vida fosse diferente...’. Enfim, uma verdadeira insatisfação e descontentamento nas diversas áreas da vida (profissional, afetiva, social, espiritual), mas, mais especificamente, com o significado que gostariam de ter e sentir. Ou seja, um significado que as façam sentir amadas, reconhecidas, notadas, aceitas e especiais!
É possível observar, que essa busca por significado está cada vez mais incessante e desorientada e, tem levado a muitos, perderem a verdadeira identidade e referência, por simplesmente, desconectarem-se de si mesmos, a fim de enveredarem-se, por caminhos, crenças, valores ou padrões que não são ideais, saudáveis ou compatíveis com a realidade da essência que carrega.
Nota-se pessoas, insatisfeitas com o corpo, com a vida, com o relacionamento que tem ou, porque não tem e gostariam de vivenciar, com os acessórios ou bens materiais que não possuem, mas que incessantemente, gostariam de ter, e que pelos quais, não mediriam esforços ou riscos para conseguirem. Com qual objetivo? Sentirem SIGNIFICANTES!
Na maioria das vezes, focar no que está fora de nós, buscar prestígios fúteis, saciar-se temporariamente, só nos leva ao esforço para “alcançar o vento”, como já disse um sábio escritor. E tal desconexão pode comprometer a relação corpo e mente, além de direcionar nossa vida a problemas emocionais sérios, como transtornos de ansiedade, transtorno do pânico, depressão, sendo esta última tão presente nos nossos dias, tendo conduzido a muitos, a pior consequência dela, o suicídio.
Portanto, é importante olhar para dentro de si e avaliar o que precisa ser mudado! Notar o que está diferente, seja mental, emocional ou fisicamente. Até porque, corpo e mente formam um sistema único!
Neste caso, buscar ajuda psicológica é de GRANDE valia! Pois ela possibilita alcançar a transformação e realização por meio do autoconhecimento, através da escalada em direção ao verdadeiro EU! E é essa escalada onde se sente o real significado que se pode ter – a conexão com a verdadeira identidade!

Ao escrever este artigo, me veio à mente a era e os dias desafiadores e críticos em que estamos vivendo.Pessoas tristes, deprimidas, com medo, frustradas, sofrendo por meio de uma insatisfação com a vida, com o caminhar da humanidade, e principalmente, nada satisfeitas consigo mesmas. Carregando sentimentos e crenças nada fortalecedoras, muitas vezes escondidas na mais profunda parte do seu íntimo.Hoje, há vários questionamentos, como, por exemplo, ‘eu quero tanto ser feliz! Mas como?’; ‘que sentido tem a minha vida?’; ‘para que eu realmente sirvo?’; ‘gostaria tanto que minha vida fosse diferente...’. Enfim, uma verdadeira insatisfação e descontentamento nas diversas áreas da vida (profissional, afetiva, social, espiritual), mas, mais especificamente, com o significado que gostariam de ter e sentir. Ou seja, um significado que as façam sentir amadas, reconhecidas, notadas, aceitas e especiais!É possível observar, que essa busca por significado está cada vez mais incessante e desorientada e, tem levado a muitos, perderem a verdadeira identidade e referência, por simplesmente, desconectarem-se de si mesmos, a fim de enveredarem-se, por caminhos, crenças, valores ou padrões que não são ideais, saudáveis ou compatíveis com a realidade da essência que carrega.Nota-se pessoas, insatisfeitas com o corpo, com a vida, com o relacionamento que tem ou, porque não tem e gostariam de vivenciar, com os acessórios ou bens materiais que não possuem, mas que incessantemente, gostariam de ter, e que pelos quais, não mediriam esforços ou riscos para conseguirem. Com qual objetivo? Sentirem SIGNIFICANTES!Na maioria das vezes, focar no que está fora de nós, buscar prestígios fúteis, saciar-se temporariamente, só nos leva ao esforço para “alcançar o vento”, como já disse um sábio escritor. E tal desconexão pode comprometer a relação corpo e mente, além de direcionar nossa vida a problemas emocionais sérios, como transtornos de ansiedade, transtorno do pânico, depressão, sendo esta última tão presente nos nossos dias, tendo conduzido a muitos, a pior consequência dela, o suicídio.Portanto, é importante olhar para dentro de si e avaliar o que precisa ser mudado! Notar o que está diferente, seja mental, emocional ou fisicamente. Até porque, corpo e mente formam um sistema único!Neste caso, buscar ajuda psicológica é de GRANDE valia! Pois ela possibilita alcançar a transformação e realização por meio do autoconhecimento, através da escalada em direção ao verdadeiro EU! E é essa escalada onde se sente o real significado que se pode ter – a conexão com a verdadeira identidade!




Nova Enfoque
© 2018 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION