Placa Bacteriana


Placa bacteriana é um acúmulo amolecido de bactérias e restos alimentares e das partículas da saliva – que se insere sobre os dentes e outras estruturas da boca, como a língua. Esse depósito pode ocorrer em questão de horas. Se não for removido periodicamente, pode colocar a boca em risco , acarretando cárie, doenças das gengivas e mau hálito.

Como saber se tenho placa nos dentes?

Em geral, os dentes ficam com a textura mais áspera e com depósitos esbranquiçados ou amarronzados na língua, que facilmente são removidos com a escova ou fio dental. Em alguns casos, sugere-se a aplicação de um corante (hoje disponível em versão comercializada de bochecho), que pigmenta essas estruturas da massa de placa bacteriana e facilita a maior visualização desse depósito.

Como posso evitá-las?

Praticando higiene bucal satisfatória, que inclua escovas de boa procedência e escovação frequente (crianças, no mínimo três vezes ao dia, e adultos, no mínimo duas vezes ao dia). Além disso, o fio dental ou escovas interdentais – para os vãos dos dentes – são parceiros indispensáveis à prática regular da higiene bucal. Restringir o consumo de açúcar é outro fator que torna as bactérias da placa menos nocivas à saúde da boca.

O que fazer para eliminá-las?

Com técnicas e recursos de higiene adequados a sua necessidade. Seu dentista saberá orientá-lo sobre o tema e individualizar ao seu caso o que existe para a higiene bucal.

Alguns alimentos ajudam no aparecimento delas?

Sim, especialmente os açúcares pegajosos – balas, sorvetes, chicletes e outros.

Elas podem causar problemas à saúde bucal?

Tanto para a saúde dos dentes e das gengivas, como para a saúde global. Estudos apontam que pessoas com mais doenças de boca decorrentes da inadequada remoção diária da placa bacteriana são mais suscetíveis a problemas cardiovasculares, descontrole do diabetes, partos prematuros e infecções dos pulmões e do aparelho digestivo.

A pasta de dente também é um produto importante no cuidado com os dentes. Existem vários tipos no mercado com ações anti-tártaro e anti-placa bacteriana. Muitas ainda trazem substâncias como bicarbonato de sódio e cálcio. 

Estudos revelam que quando se escova os dentes com a pasta adequada, a remoção da placa bacteriana nos dentes chega a 70% e a chance de formação de uma nova placa cai em 45%. 

É fundamental levar em conta que não é recomendado o uso de pastas que tiverem concentração muito baixa de flúor, pois este produto é muito importante para garantir a boa saúde dos dentes e gengivas. Para verificarmos o teor de flúor, basta olhar na embalagem da pasta e procurar as informações contidas em “fórmula” ou “fórmula básica”. O ideal é que a composição tenha no mínimo 1000 ppm (partes por milhão) de flúor.

 

Fonte: 

 http://www.odontosites.com.br




Nova Enfoque
© 2017 - Todos os direitos reservados | Nova Enfoque
VISION