O Departamento de Vigilância em Saúde, vem informar a população sobre o resultado das análises de potabilidade das fontes existentes na zona urbana do município no mês de abril de 2021.

Lembrando que as águas destas fontes são oriundas do lençol freático, o qual está suscetível a diversas fontes de contaminações, como por águas residuais e excretas de origem humana ou animal. Importante ressaltar que a probabilidade de contaminação é maior em períodos com maior incidência de chuvas.

É importante esclarecer para a população que a principal fonte de contaminação destas minas é a bactéria Escherichia Coli, também conhecida como E. coli, a qual vive no intestino dos animais que mantem a temperatura corporal interna constante, inclusive dos seres humanos. Esta bactéria pode causar algumas doenças nos seres humanos como as que estão abaixo descritas:

Monitoramento das minas d'água das fontes de Cambuí 1

– Gastrenterite (diarreias);

– Infecção urinária;

– Síndrome hemolítico-urêmica (causada principalmente pela Escherichia coli O157:H7);

– Cistite (inflamação no trato urinário);

– Peritonite (inflação na membrana que reveste a cavidade abdominal);

– Em neonatos pode causar meningite.

Contudo, salientamos que esta nota possui o intuito de levar informação a população, sendo assim, não estamos proibindo o consumo de água de nenhuma mina, somente alertamos sobre os riscos à saúde nos casos de ingestão da mesma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui